quinta-feira, 3 de maio de 2012

O que eu me tornei?



Hoje olhei no espelho e não reconheci a pessoa que enxerguei.

Quem era aquela pessoa escondida atrás de um olhar triste e fundas olheiras? Olheiras de cansaço e um olhar de decepção.

Que pessoa era aquela com cabelos curtos e raízes escuras de uma tintura por fazer?

O que era aquele peso todo naquele corpo que uma vez foi esbelto? O peso do corpo só não parecia maior que o peso carregado nos ombros caídos.

Onde estava o brilho no olhar? O corpo belo e desejado? Onde se escondeu o sorriso cativante?

Quem era aquela pessoa que havia se tornado dependente de amizades baseadas apenas em baladas e festas? Em que momento aquela pessoa havia perdido os amigos de qualidade, que ajudavam na solução de problemas e nos conflitos do dia-a-dia?

Aos 27 anos olhei aquela figura desconhecida no espelho e me perguntei no que havia me transformado e com ar de decepção pensei com pesar: "O que eu me tornei?".

Nenhum comentário:

Postar um comentário