segunda-feira, 30 de maio de 2011

Rua Vidal Ramos, um case urbanístico

Rua Vidal Ramos, um case urbanístico

Charmosa via central de Florianópolis deve ficar pronta em poucas semanas, com detalhes que causam admiração

Divulgação
Empenho de empresários, prefeitura, Acif e Sebrae viabilizou revitalização
30/05/2011

A revitalização da rua Vidal Ramos, que ganhou características muito charmosas, está quase no final. Falta o mobiliário, custeado pelos comerciantes, assim como toldos e outros detalhes das fachadas, que também serão bancados pela iniciativa privada. O mobiliário, depois de instalado, vai impedir que os folgados estacionem seus carros sobre as calçadas. Outra questão importante envolvendo a Vidal Ramos: a tendência, em médio prazo, é que a rua se transforme numa via cultural, com intervenção artística (pintura) na parede de um prédio. A graciosa rua, do jeito que vai ficar nos próximos 30 dias, é um case de marketing urbanístico que já desperta admiração de visitantes. Uma arquiteta canadense, de passagem por Florianópolis, comparou a Vidal com ruas de Paris. Acif, prefeitura e Sebrae se juntaram no projeto, que tem a coordenação, pela Acif, da incansável empresária Rose Macedo Coelho.

Descolados

O charme da rua Vidal Ramos não é de hoje. Desde muito, iniciativas particulares sempre atraíram estudantes, artistas, gente jovem e descolados em geral para a área. Entre as décadas de 1970 e 1980 abrigou na esquina com a Trajano o lendário bar Degrau. E foi também a primeira rua da cidade a receber restaurantes 'naturebas', como Sol da Terra e Döll.

Mais melhorias

Outras ruas do entorno da Vidal Ramos serão beneficiadas com a implantação de melhorias urbanísticas, inclusive a Escadaria do Rosário, onde o restaurante Fratelanza Italiana faz a diferença há muito tempo, servindo bons pratos e proporcionando belos momentos culturais. Parte da rua Deodoro também será revitalizada, a exemplo do que aconteceu no trecho da Trajano entre a Vidal e a Tenente Silveira.

(Carlos Damião, Notícias do Dia – 28 e 29/05/2011)

(Republicação no Site Floripa Amanhã – 30/05/2011)

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Qual Lobo Vence?


Uma noite, um velho índio falou ao seu neto sobre o combate que acontece dentro das pessoas.
 
Ele disse:
- Há uma batalha entre dois lobos que vivem dentro de todos nós.  Um é Mau - É a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, orgulho falso, superioridade e ego.  O outro é Bom - É alegria, fraternidade, paz, esperança, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.
 
O neto pensou nessa luta e perguntou ao avô:
- Qual lobo vence?
 
O velho índio respondeu: 
- Vence aquele que você alimenta!


Textinho para Refletirmos...

Pessoal,

Recebi o texto abaixo de um querido amigo e compartilho com vocês.

Tenham todos uma excelente semana!

Beijo grande,
Isa

O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza.
O coração infarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a"criança interna" tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.


sexta-feira, 20 de maio de 2011

Campanha do Agasalho - ACIF Magistral

Amigos,

O friozinho chegou e está na hora de guardarmos as roupas de verão e colocar em uso as de inverno, não há melhor momento para revisar o que vamos continuar usando ou não. Separem as roupas que não serão mais usadas e entreguem a partir da semana que vem em alguma das farmácias do Núcleo de Farmácias Magistrais da ACIF (www.acif.org.br/nucleos/farmacias). Essa ação é uma parceria ACIF Magistral e Nova Acrópole. As roupas infantis serão direcionadas para a Creche Vó Inácia. Contamos com vocês!

Abraços,
Isa


Projeto de Revitalização da Rua Vidal Ramos - Notas Antigas

Pessoal,

Aqui tem mais algumas informações sobre o andamento do Projeto de Revitalização da Rua Vidal Ramos, uma parceria ACIF, Lojistas e SEBRAE/SC.

A Coordenação do Projeto pela ACIF é de Isabel Guenther e representando os Lojistas, Rose Macedo Coelho, Coordenadora da Câmara de Lojistas da Rua Vidal Ramos - ACIF.

Todas essas informações foram retiradas do Blog do Conselho de Núcleos da ACIF. Maiores informações sobre a entidade também estão disponíveis no Portal da ACIF.

Show Room da Vidal Ramos está PRONTO! 

Cacau Menezes é convidado para a NOVA VIDAL!

Vidal Ramos

 

Abraços,

Isa

Projeto de Revitalização da Rua Vidal Ramos

Pessoal,
 
Divido com vocês duas notas que saíram nos jornais aqui de Florianópolis sobre o Projeto de Revitalização da Rua Vidal Ramos.
 
Esse Projeto nasceu de uma parceria da ACIF - Associação Comercial e Industrial de Florianópolis e os Lojistas da Rua Vidal Ramos. Em Outubro de 2007 foi formada na ACIF a Câmara de Lojistas da Rua Vidal Ramos, que além do Projeto de Revitalização, tem outras ações planejadas, como capacitação para os empresários e funcionários, assim como ações em datas comemorativas, bazares, etc.
 
Na ACIF a Consultora responsável pelo Projeto é: Isabel Guenther - isabel@acif.org.br e representando os lojistas, a Coordenação é de Rose Macedo Coelho, proprietária das lojas Long Beach e Coordenadora da Câmara de Lojistas da Rua Vidal Ramos - ACIF.
 
Grande abraço a todos,
Isa


Fonte: Notícias do Dia
Data: 18/05/2011

Fonte: Diário Catarinense
Data: 18/05/2011
 

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Os velhos hábitos... As velhas roupas...

Pessoal,

Outro dia participei de uma palestra e a ministrante passou essa poesia em um slide. É interessante demais, real demais, verdadeira demais, afinal, por quantas vezes nos pegamos fazendo tudo do mesmo jeito todos os dias? Vivemos todos os dias, semanas, meses e anos da exata mesma forma? Faz quanto tempo que não conversamos ou sorrimos para um estranho? Há quanto tempo não buscamos por novos amigos? Há quanto tempo andamos com as exatas mesmas pessoas e vamos aos exatos mesmos lugares? Essa mesmice faz com que nossa vida passe mais rápido, o tempo voe, nos fazendo sentir que não temos feito nada bom. Aliás, faz quanto tempo que não temos um momento de tirar o fôlego? Uma paixão de fazer o coração bater à mil? Há quanto tempo não damos na pessoa amada um beijo de cinema? Quanto tempo faz que não nos deixamos apaixonar? Faz quanto tempo da última vez que ligamos para "aquele" amigo do peito? Faz quanto tempo que não nos declaramos para alguém, pelo simples medo de se magoar e perder tempo sofrendo por algo que não deu certo?

A rotina que nos consome imensamente não deve impedir que a gente ame, converse, brinque, se divirta, conheça pessoas novas, ame novamente e outra vez. Combater o fácil, o óbvio,  a mesmice é muito difícil, mas mudar é absolutamente preciso, necessário, para vivermos com qualidade e principalmente, com FELICIDADE.

Beijo grande,
Isa

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas ...
Que já têm a forma do nosso corpo ...
E esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos
mesmos lugares ...

É o tempo da travessia ...

E se não ousarmos fazê-la ...
Teremos ficado ... para sempre ...
À margem de nós mesmos...
 

(Fernando Pessoa)

30 minutes a day


Sinceramente não consigo tirar 30 minutos para mim por dia, pois estou sempre ligada e fazendo alguma coisa, mas acho bacana essa imagem e o que ela representa. Quem sabe um dia eu consiga, não é? =)

Beijos,
Isa

A Sempre Menina Mulher de Sagitário



Existe dois tipos de sagitariana: as passivas e fracas que aceitam tudo sem levantar a cabeça, e as ORIGINAIS! Nem sempre ela dirá coisas que você quer ouvir. Na maioria das vezes, ela vai deixá-lo arrepiado com suas observações desconcertantes e francas. Mas de vez em quando dirá coisas tão maravilhosas que vão fazê-lo dançar de felicidade. Ela talvez seja um pouco franca demais porque vê o mundo tal como ele é.

Ela não gosta de mentiras, e dificilmente alguma mulher de sagitário costuma mentir. A menos que tenha um ascendente em capricórnio, esta mulher dificilmente conseguirá convencer as pessoas quando estiver contando uma mentira. E a gente tem que admitir que isto é uma ótima qualidade, não é?

Quando quiser que ela faça algo, peça-lhe. Não tente mandar nada nela. A técnica dos homens das cavernas não funciona com esta mulher. Ela não nasceu para ser mandada, odeia ter que receber ordens e abomina todo homem que tente aprisioná-la. Ela gosta de ser protegida, mas não gosta de ser mandada. Se nem mesmo seu pai consegue dominá-la, não vai ser qualquer um que vai achar que pode lhe dar ordens!

A sagitariana não é de abrir mão da própria personalidade e da independência por homem algum. Deve ser por isso que as sagitarianas - logo atrás das aquarianas - representam o maior número de mulheres divorciadas!

Quanto mais nervosa ela fica, mais sarcástica e cínica se torna.

A sagitariana pode mandá-lo para o inferno com um grande sorriso nos lábios e ainda ridicularizá-lo na frente de todos, como se estivesse se divertindo. Ela tem esta capacidade de torná-lo o bobo da corte, e ainda sair por cima como se nem tivesse sentido a força de suas ofensas.

Mas nem sempre ela será tão "amável" assim, quando estiver realmente irritada. Enfrentar a raiva desta mulher não é a melhor coisa do mundo. Como todo sagitariano (homem ou mulher) ela não é de armar o barraco, mas se resolver fazê-lo é melhor se esconder até a tempestade passar.

Afinal, não é prudente brigar com um signo que é metade gente, metade cavalo, e a metade humana ainda está armada!

Feliz daquele que tem a sorte de ter uma mulher de sagitário como amiga. Ela alegrará suas festas, será sua melhor confidente e sempre estará ao seu lado quando todos seus amigos tiverem abandonado o barco. Ela é tão generosa, paciente e atenciosa com todos os amigos, que seu telefone dificilmente fica muito tempo sem tocar. Se repararem bem, a maioria das sagitarianas sempre recebe telefonemas de amigos que nunca conseguem esquecê-las, mesmo que estejam distantes.

Ela é uma das poucas mulheres que costuma ter amigos de infância. Sim, eu disse amigos. Os mesmos que rolavam com ela na rua enquanto jogavam bola, e que um dia perceberam que aquela garota com jeito desajeitada de moleque, que andava descalça, um dia se tornou uma linda mulher. Tentem reparar em uma sagitariana andando. Vejam como a maioria costuma andar com o nariz empinado, parecendo um cavalo puro sangue. Vejam como ela é uma mulher elegante e confiante, mesmo quando tropeça e sai derrubando tudo pelo caminho! Sim, a coisa mais difícil de encontrar é uma sagitariana que não seja um pouco desajeitada.

Também costuma ter uma atitude um tanto displicente em relação a envolvimentos amorosos, o que pode levar algumas pessoas a achar que é uma mulher fria e insensível. Puro engano!

A idade realmente não importa quando o assunto é a sagitariana. Elas permanecem meninas mesmo quando envelhecem. E elas adoram ser tratadas como meninas sapecas que não param no canto, sempre pronto a correr na rua com os garotos! E, é esta alegria de viver, este eterno otimismo que enfeitiçam os homens de bom gosto! Nenhuma mulher pode ser tão apaixonada pela vida quanto à sagitariana, e transmitir este amor por todos os cantos por onde passa.

A Inocência

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Café da manhã no McDonald's (autoria desconhecida)

Amigos,
Verídico ou não, recebi e reparto com vocês. Achei super emocionante. Precisamos colocar mais harmonia, amor e compaixão em nossas vidas. Nesses tempos em que parar alguns minutos é quase impossível, deixamos de "ler" situações delicadas como essa, não digo ler com os olhos do rosto e sim com os olhos do coração, da alma.
Beijo grande,
Isa

Esta é uma bela história e é também uma história real, por favor, leia-a até o fim! (Após o final da história, alguns fatos bastante interessantes!)
Sou mãe de três crianças (14, 12 e 3 anos) e recentemente terminei a minha faculdade.
A última aula que assisti foi de sociologia...
O professor dava as aulas de uma maneira inspiradora, de uma maneira que eu gostaria que todos os seres humanos também pudessem ser.
O último projeto do curso era simplesmente chamado "Sorrir"...
A classe foi orientada a sair e sorrir para três estranhos e documentar suas reações...
Sou uma pessoa bastante amigável e normalmente sorrio para todos e digo oi de qualquer forma. Então, achei que isto seria muito tranquilo para mim...
Após o trabalho ser passado para nós, fui com meu marido e o mais novo de meus filhos numa manhã fria de Março ao McDonald's.
Foi apenas uma maneira de passarmos um tempo agradável com o nosso filho...
Estávamos esperando na fila para sermos atendidos, quando de repente todos a nosso redor começaram a ir para trás, e então o meu marido também fez o mesmo...
Não me movi um centímetro... Um sentimento arrebatador de pânico tomou conta de mim, e me virei para ver a razão pela qual todos se afastaram...
Quando me virei, senti um cheiro muito forte de uma pessoa que não toma banho há muitos dias, e lá estava na fila dois pobres sem-teto.
Quando eu olhei ao pobre coitado, próximo a mim, ele estava "sorrindo"...Seus olhos azuis estavam cheios da Luz de Deus, pois ele estava buscando apenas aceitação...
Ele disse, Bom dia!, enquanto contava as poucas moedas que ele tinha amealhado...
O segundo homem tremia suas mãos, e ficou atrás de seu amigo... Eu percebi que o segundo homem tinha problemas mentais e o senhor de olhos azuis era sua salvação... 
Eu segurei minhas lágrimas, enquanto estava lá, parada, olhando para os dois...
A jovem mulher no balcão perguntou-os o que eles queriam...
Ele disse, "Café já está bom, por favor...", pois era tudo o que eles podiam comprar com as poucas moedas que possuiam... (Se eles quisessem apenas se sentar no restaurante para se esquentar naquela fria manhã de março, deveriam comprar algo. Ele apenas queria se esquentar)...
Então eu realmente sucumbi àquele momento, quase abraçando o pequeno senhor de olhos azuis...
Foi aí que notei que todos os olhos no restaurante estavam sobre mim, julgando cada pequena ação minha...
Eu sorri e pedi à moça no balcão que me desse mais duas refeições de café da manhã em uma bandeja separada...
Então, olhei em volta e vi a mesa em que os dois homens se sentaram para descansar... Coloquei a bandeja na mesa e coloquei minha mão sobre a mão do senhor de olhos azuis...
Ele olhou para mim, com lágrimas nos olhos e me disse, "Obrigado!!"
Eu me inclinei, acariciei sua mão e disse "Não fui eu quem fiz isto por você, Deus está aqui trabalhando através de mim para dar a você esperança!!"
Comecei a chorar enquanto me afastava deles para sentar com meu marido e meu filho... Quando eu me sentei, meu marido sorriu para mim e me disse, "Esta é a razão pela qual Deus me deu você, querida, para que eu pudesse ter esperança!!"...
Seguramos nossas mãos por um momento, e sabíamos que pudemos dar aos outros hoje algo pois Deus nos tem dado muito....
Nós não vamos muito à Igreja, porém acreditamos em Deus...
Aquele dia, me foi mostrada a Luz do Doce Amor de Deus...
Retornei à aula na faculdade, na última noite de aula, com esta história em minhas mãos.
Eu entreguei "meu projeto" ao professor e ele o leu...
E então, ele me perguntou: "Posso dividir isto com a classe?"
Eu consenti enquanto ele chamava a atenção da classe para o assunto...
Ele começou a ler o projeto para a classe e aí percebi que como seres humanos e como partes de Deus nós dividimos esta necessidade de curarmos pessoas e de sermos curados...
Do meu jeito, eu consegui tocar algumas pessoas no McDonald's, meu filho e o professor, e cada alma que dividia a classe comigo na última noite que passei como estudante universitária...
Eu me graduei com uma das maiores lições que certamente aprenderei:
ACEITAÇÃO INCONDICIONAL.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Sagitário na Santa Ceia - Curiosidade

A Santa Ceia

São Pedro

Sagitário, simbolizado por São Pedro (ou Simão Pedro, de acordo com a Bíblia), rege as coxas e a circulação. É o nono signo, simbolizado pelo Centauro, expressa a lei da evolução. Sagitário representa a lei, o dogma, a religião e a filosofia. Sagitário possui o pensamento fixo no alto, no Universo, em Deus. São Pedro, com a faca na mão direita, simboliza também a fera, o animal que habita o homem. A parte superior mostra o homem que olha para frente, que busca o avanço, com o dedo apontado para o Divino. É o animal humano em busca de Deus. Sagitário atinge o alvo pelos movimentos da vida. Seus ideais são altos, morais e elevados. Pelas quedas, o entusiasta dogmático e defensor das leis torna-se o filósofo realizado internamente. Sagitário é a força espiritual.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Revista Contemporânea - 5ª Edição

Pessoal!

Segue artigo que escrevi para a 5ª Edição da Revista Contemporânea. Fiquei super feliz, como todos podem imaginar. Para quem gosta de escrever, a coluna em uma revista é TUDO!


Beijo grande a todos,
Isa